Apple Watch pode ganhar checagem de açúcar no sangue

As futuras gerações do Apple Watch, o smartwatch da Apple, podem ganhar monitoramento do nível de açúcar no sangue. É o que sugere um documento da Rockley Photonics, empresa que desenvolve tecnologias voltadas à saúde. Além da checagem de açúcar, ela trabalha em maneiras de medir a pressão arterial e monitorar o nível de álcool no sangue. A Apple é a maior cliente da companhia, o que reforça a tese.

Os dados estão numa prestação de contas entregue à CVM dos Estados Unidos. Além disso, o CEO da Rockley Photonics comentou que deseja ver as tecnologias desenvolvidas na empresa em produtos logo no próximo ano. Apesar das expectativas, ele não aponta a Apple como um nome que pode levar as funcionalidades ao mercado.

Numa outra ocasião, o diretor de operações da Apple, Jeff Williams comentou com a Forbes sobre a detecção da glicose por formatos não invasivos, ou seja, por meio dos fótons. De acordo com ele, esse “é um desafio incrível” que já tem sido estudado por décadas.

Hoje, o processo necessita do fluido intersticial para entregar o resultado. Com novas tecnologias, a checagem de glicose e de nível de álcool no sangue deve ser otimizada a ponto de não precisar mais de materiais físicos para realizar a análise. Se lançado, o produto deve chamar a atenção do público tanto para prevenir como para acompanhar os que já têm diabetes.

A geração atual do Apple Watch traz funções como medição de batimentos cardíacos e de nível de oxigênio no sangue. Além disso, ele pode acionar a emergência ao detectar uma queda grave e, na versão mais recente, detectar elevações ao subir em escadas ou em alturas acima do mar.

O Apple Watch tem um histórico de salvar vidas com as funções do relógio, como no caso em que ele acionou a emergência após o usuário sofrer um desmaio ou quando o smartwatch avisou sobre a alta frequência cardíaca de um jovem de 25 anos. O número de batimentos cardíacos elevados resultou em um diagnóstico de uma doença rara, descoberta por meio do aviso emitido pelo vestível.

Como de praxe, a Apple não se pronunciou sobre as informações presentes no documento encaminhado pela Rockley Photonics. Qualquer novidade só será confirmada quando a empresa fizer um evento de lançamento.

Com informações de Engadget e Forbes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *